( INFOGRÁFICO ) 3 SIMPLES RAZÕES PARA VOCÊ NÃO LER ESTE ARTIGO! – DIETA, DIETA E DIETA…

Dieta

Existem momentos na nossa vida em que ficamos com a sensação de quanto mais lemos, menos ficamos a saber!

Concordas?  

Bom, eu tinha avisado para não leres este artigo. E as razões são bem claras. Dieta, dieta e mais dieta…

Mas já que insistes, passo a explicar… 🙂

Nos dias de hoje, o que não falta é confusão em relação à palavra “dieta”.

Esta palavra foi durante tantos anos utilizada para publicitar campanhas de venda de consultas, de produtos e de marketing que, quando o nosso cérebro ouve – DIETA – associa imediatamente a:

  • passar fome;
  • comer alimentos sem sabor;
  • fazer sacrifícios.

Dieta

Vejamos…

DIETA É AQUILO QUE COMES DURANTE O DIA!

Cada um de nós pode fazer uma boa dieta diária, ou uma má dieta diária. 

Está nas nossas mãos!

Cada um, à sua maneira, todos os dias, procura alguns pontos de equilíbrio para satisfazer a sua felicidade. Daí, a dieta ser um meio e não um fim. Vou repetir…

A dieta é um meio e não um fim

Dieta

Na minha experiência de quase 20 anos a acompanhar atletas e clientes de academia, não assisti a nenhum caso de alguém que tenha feito dieta alimentar para perder peso ou para emagrecer, e que a mesma dieta tenha trazido a felicidade a essa pessoa. 

Isto é, não foi especificamente a dieta.

Foi o processo!

Sim, o processo é que a tornou feliz.

Como assim, Nuno?

Passo a explicar:  nenhuma dieta traz felicidade às pessoas. Mas sim, todo o processo de transformação pessoal que cada um tem que fazer para alterar a sua dieta diária, mensal ou anual.

Esse caminho sim, torna todos nós mais felizes. 

Tomar a decisão é o primeiro passo para a felicidade…

A força do hábito diário é o segundo passo para a felicidade…

Treinar o cérebro para não procrastinar, para não adiar, é o terceiro passo para a felicidade…

Descobrir novas formas de cozinhar, com novos alimentos, é o quarto passo para a felicidade…

Tomarmos consciência das pequenas transformações que o nosso corpo e mente estão a assistir com a mudança, é o quinto passo para a felicidade…

Chegar ao nosso objectivo e não querer mais mudar, é o passo final para a felicidade…

Dieta

NESTE ARTIGO VOU OFERECER-TE:

  • aumento de motivação para avançar na mudança;

  • novas estratégias para fintar a tua gula;

  • arrumar a tua casa, a tua cabeça e o teu frigorífico ( infográfico grátis );

  • derrubar os mitos para cortar a meta com sucesso.

Dieta

Enduro da Ribafria, Serra D´Aire e Candeeiros, Leiria, Portugal , 2016 ( 38kms )

No meu percurso como atleta passei por 3 fases distintas:

Há uns anos atrás não se falava de obesidade, dieta ou sedentarismo como nos dias de hoje. A epidemia apareceu forte nos últimos 10 a 15 anos.

Enquanto jovem, e porque fazia desporto de manhã até à noite, nunca houve preocupação em relação à minha dieta diária! Muito pelo contrário… ” Come mais, porque estás magrinho! ” – dizia a minha mãe.

Eu comia imenso, acreditem!

Obviamente que, para alguém jovem e que praticava desporto sempre que tinha horas livres, numa época em que os alimentos ainda não tinham a carga de ” stress ” que têm hoje, não se levantavam problemas de excesso de peso ou de falta de qualidade nos alimentos.

Aliás, nas minhas turmas da escola, havia sempre 1 ou no máximo 2 ” gordinhos “. Todos eram atléticos, mulheres e homens, porque todos fazíamos algum desporto ou pelo menos, brincávamos na rua e trepávamos as árvores.

Hoje a realidade é radicalmente diferente…

Os aparelhos digitais, telemóveis, tablets, a televisão ou a playstation mudaram o panorama do dia-a-dia das crianças.

Dieta

As crianças dos dias de hoje passam menos tempo ao ar livre do que os reclusos de uma qualquer prisão do mundo ( normalmente um recluso tem direito a 2 horas diárias ao ar livre ).

DÁ PARA ACREDITAR?!?

Os desafios que a sociedade actual enfrenta são gigantescos.

Dieta

Os aspectos ecológicos, ambientais, e por isso, alimentares, estão no centro deste desafio. 

Vamos nós, então, traçar o nosso desafio!

AUMENTO DE MOTIVAÇÃO PARA AVANÇAR NA MUDANÇA

Dieta

A motivação é uma característica que tem dois aspectos bem delineados:

Aspectos intrínsecos – O nosso cérebro tem muito mais poder do que nós julgamos. Ele gere a nossa memória, o nosso foco e a nossa energia. 

Dieta

Se temos o azar de não dar valor ao nosso orgão nº1, dormindo pouco, fumando, bebendo muito café, não fazendo exercício físico, bebendo pouca água…Temos a fórmula para a desgraça!

Se você se identifica com o panorama acima descrito, não vale a pena entrar em dieta para perder barriga, super planificações para emagrecer, aderir à dieta dos pontos, dieta Dukan ou outras. Esqueça!

O seu cérebro toma conta de si todos os dias, a toda a hora, a todo o segundo!

Se não tomares conta dele, o cérebro abandona as suas funções e o teu corpo adoece mais cedo, a tua vida saudável vai desaparecendo dia após dia.

Não cries ilusões, muito menos desculpas. Se o teu cérebro for mal tratado, vai falhar entre outras coisas, na tua memória. 

Se tu te começas a esquecer de pequenos pormenores que sejam, todos os dias, no teu trabalho, em casa com a tua companhia ou com os teus filhos, vais ver o farrapo em que a tua vida se transforma!

Dum dia para o outro, tornas-te uma pessoa isolada e não compreendida!

Dieta

Aspectos extrínsecos – Conforme as nossas vivências, a nossa educação, o meio onde nascemos e crescemos, as influências que fomos tendo dos amigos e familiares. O nosso cérebro foi-se moldando a todas as informações, estímulos e motivações que vinham do exterior. De certa forma, o nosso mindset foi sendo moldado pelo meio onde sempre estivemos inseridos. 

Dieta

Se somos pessimistas ou optimistas… Se somos sorridentes ou sisudos… Se somos activos ou passivos… Se somos desenrascados ou condicionados…

Quer queiramos, quer não, todos nós fomos influenciados por uma ou mais pessoas que nos são próximas!

Dieta

Pode parecer estranho, porque a nossa percepção do passado é muito curta, muito pouco clara, e diga-se em abono da verdade, o nosso cérebro é bem maroto na hora de filtrar só aquilo que lhe interessa lembrar…

A nossa memória é muito mais do que a extensão dos nossos olhos. Ela guarda informações que nem pensávamos existirem. Sentimentos que julgávamos desaparecidos. Sensações e cheiros que nos remontam aquando bebés. 

Por isso…

Dieta

Quando o nosso ” eu ” começa a tratar do cérebro como se de um diamante se tratasse, só acontecem coisas boas! 

A tua auto-estima dispara, os teus objectivos são concretizados independentemente das desculpas que arranjam para ti.

Tornas-te imparável!!!

Iniciar todo um processo de mudança, que mais ninguém pode evitar senão tu mesmo(a), é a prova de que o teu cérebro está forte, limpo e cheio de energia positiva!

Por isso, toma a decisão, cria a força do hábito, não procrastines/adies, cria novas formas de cozinhar, sente a mudança no teu corpo e NUNCA MAIS QUEIRAS MUDAR!!!

NOVAS ESTRATÉGIAS PARA FINTAR A TUA GULA

Dieta

Há dias e momentos em que nos é muito difícil resistir. Estamos cansados, o dia não nos correu como queríamos.

A gula é aquele momento em que abrimos o frigorífico e pegamos tudo o que está nas prateleiras e que mais açucares refinados tem.

Essa quebra pode ser chamada de ” fome emocional “, como muito bem explica a dra. Iara Rodrigues, no seu livro ” Emagreça sem fome “.

É uma nova abordagem, super positiva, da forma como encara a alimentação e a fome emocional. Neste livro, o que mais sobressaiu foi o trabalho de constante alteração da nossa mindset, para uma abordagem completamente invertida do discurso habitual.

Leiam algumas das dicas que a dra. Iara Rodrigues chamou de ” Pensamentos Magros “:

” 1 – Não há alimentos proibidos, mas sim alimentos que tento comer poucas vezes porque fazem engordar;

2 – Não estou a fazer dieta, estou a cuidar de mim e orgulho-me disso;

3 – Se faço uma asneira, não é por isso que desisto. O facto de ter comido uma mousse de chocolate à sobremesa não anula as conquistas que tenho feito;

4 – Sei que o melhor horário para fazer exercício é aquele que estiver disponível;

5 – Gosto de me recompensar. Sempre que atinjo uma meta, ofereço-me um prémio de bom comportamento, porque eu mereço. “

Olhe para os alimentos de forma diferente! Porque haveremos de ver uma fruta ou uma leguminosa, como uma ferramenta de dieta?

Provavelmente são esses alimentos que se vão tornar nossos amigos no futuro.

São os alimentos que sempre ” classificámos ” de forma negativa – pertencentes a uma espécie de 2ª divisão – que nos vão trazer tudo de bom para a nossa vida:  Saúde, peso equilibrado, motivação para continuar, vontade de explorar novas ementas e tornar a comida divertida!

Dieta

Uma excelente estratégia para fintar a gula, vai no sentido de tu procurares focar-te naquilo que gostas de comer. 

Não é fácil, mas com a força do hábito, a nossa cabeça chega lá! Foca-te nos alimentos de que mais gostas. Não percas tempo com aqueles que não gostas… esses podem ir entrando com o tempo.

Numa alteração de dieta, não vale a pena andarmos com pressa. Simplesmente porque não resulta!

Com o tempo, sem darmos conta, estamos a experimentar aqueles brócolos, aquela soja ou sementes de linhaça, envolvidos com os nossos alimentos preferidos, bem na nossa frente, num prato colorido.

Uma nota muito importante:  tudo na vida leva tempo. Tudo na vida tem que ser feito com muita inteligência e conhecimento!

Mantenha-se actualizado!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

ARRUMAR  A TUA CASA, A TUA CABEÇA E O TEU FRIGORÍFICO ( infográfico grátis )

Como-perder-barriga

DERRUBAR OS MITOS PARA CORTAR A META COM SUCESSO

 Dieta
Neste próximo espaço vou responder-te a algumas dúvidas que andam pelo ar, e que de vez em quando, voltam a pairar na nossa cabeça, deixando dúvidas e confundindo mais…

  • A celulite está relacionada com a alimentação?

  • O pão engorda?

  • Alimentos light são mesmo light?

  • As vitaminas abrem o apetite?

  • Beber ou não beber leite?

  • Frutose – veneno ou nem por isso?

  • As bebidas gaseificadas descalcificam os ossos?

  • Caimbras? Treine mais e coma melhor!

Dieta

         A celulite está relacionada com a alimentação?

Sim e não!

Passo a explicar. A celulite, não sendo directamente um problema de saúde, acaba por ser um problema estético, que na grande maioria das vezes se transforma num problema de auto-estima.

Os blogs, especialistas e imprensa gastam anualmente milhões e milhões de caracteres a falar sobre a ” cura “ para este ” mal “!

Na realidade, a celulite afecta mais de 80% das mulheres em todo o mundo, independentemente do seu peso corporal.

Ou seja, uma mulher que não tenha celulite é que é a excepção!

Parece quase irónico, que a indústria da moda é a que mais discrimina a celulite, mas por outro lado, lança anualmente calças ultra apertadas, dificultando a circulação sanguínea, e por isso, fazendo aumentar drasticamente a celulite nas mulheres.

Os problemas de circulação poderão ser atenuados com exercício físico regular e com um ajuste na forma de vestir!

Sendo a celulite um processo parcialmente inflamatório, todos os alimentos que contenham antioxidantes são importantes. Conjugando alimentos com vitamina C, aceleradora da produção de colagénio, entramos na luta por menos e menos celulite no nosso corpo.

As bagas, como mirtilos, amoras, framboesas ou morangos, laranja, bróculos, chá verde e ervas aromáticas, podem auxiliar em muito, a diminuição de celulite, que se acumula mais nas zonas da coxa e rabo.

Em forma de conclusão, não se pode dizer que haja uma cura para a celulite. Ela é genética e pode aumentar ou diminuir, conforme os nossos hábitos de vida. 

Faça exercício físico regular e uma alimentação equilibrada, por forma a atenuar o processo e sair vitoriosa de mais um desafio!

O pão engorda?

Dieta

O que os estudos epidemiológicos nos dizem, é que se consumirmos pão de forma moderada, preferencialmente com porções pequenas e integrais, estamos a contribuir para uma alimentação equilibrada.

A frase conhecida que nos diz: ” Não é o pão que engorda, é o que você põe lá dentro que engorda “. Tem o seu quê de verdade, se partirmos do pressuposto que colocamos uma fatia de fiambre, outra de queijo num pão branco ( com farinha refinada ) todos os dias ao lanche.

O pão, comparado com barras de cereais, bolachas de água e sal, bolacha de arroz tufado e até bolacha Maria, arruma todas a um canto. Em 100g, o pão tem menos calorias, em média tem 1% de gordura e 1% de açucar.

Moral da história, coma pão com moderação. Escolha atentamente o que coloca dentro do pão ( não estou falando de Nutela, marmelada nem doce de compota ).

E quando lhe perguntarem se o pão engorda, responda que sim! Mas acrescente, para esse seu amigo, que “o ar também engorda”, enquanto ele não começar a praticar exercício físico e aplicar uma alimentação inteligente! 🙂

Alimentos light são mesmo light?

Dieta

A realidade pura e dura continua-nos a dizer que o foco está na prática de actividade física e na alimentação equilibrada.

” Light ” virou um produto de marketing! As marcas reduziram na gordura, mas compensaram nos açucares ou aduçantes, senão os alimentos ficariam insuportáveis.

Tudo volta à mesma conversa. Claro que alguns produtos ” light ” podem ajudar a reduzir o aporte calórico ao final do dia. Mas se nesse mesmo dia, você não faz o seu treino e à noite tem um jantar com amigos, pouco importa se ingeriu alimentos ” light “.

Moral da história… A questão não tem a ver com os produtos/alimentos serem ” light ” ou ditos normais. O critério tem que estar na qualidade ( dar preferência a alimentos biológicos ), de baixo teor calórico e de alto valor nutricional!

As vitaminas abrem o apetite?

DietaNão existem muitos estudos que comprovem ou desmintam esta questão. No entanto, os que existem até associam as vitaminas a uma ligeira quebra do apetite em mulheres obesas.

Este mito foi-se perpetuando de geração em geração, provavelmente sem razão científica concreta. 

Normalmente, os multivitamínicos não possuem quantidades de vitaminas suficientes para produzir esse tipo de efeito no corpo humano. 

Só os suplementos específicos para a prática desportiva têm grandes doses de nutrientes antioxidantes, como beta-carotenos, selénio, vitamina C e E. Nesses casos sim, esses suplementos têm efeitos benéficos para quem pratica actividade física regular.

Dieta

Mais, provavelmente, quando um adulto toma o suplemento vitamínico sugerido pelo médico, pode estar a deitar dinheiro ao rio. O problema vem encalhar sempre no mesmo discurso que promovo neste blog. 

Se você tem múltiplos factores de risco, como tabagismo, sedentarismo, má nutrição, etc… O seu corpo está carregado de bloqueios, o teu metabolismo funciona mal, e por isso, tem pouca capacidade de absorver os nutrientes de forma eficaz, entre eles, as vitaminas!

Beber ou não beber leite?

Dieta

Este é talvez um dos temas que suscita maior discussão no mundo científico. 

Segundo o dr. Pedro Carvalho, doutorado em Ciências do Consumo Alimentar e Nutrição, no seu livro ” Os mitos que comemos “:

” (…) o leite não tem nada que faça dele um alimento essencial como não tem nada que faça dele um veneno comparável à manipulação da informação científica. E por isso, a ser bebido, que seja magro, ou ainda melhor, que seja trocado por iogurte (…) “

Moral da história, parece-me que o leite deve ser ingerido de forma moderada, na sua versão magro, para pessoas que nunca tenham tido qualquer tipo de intolerância.

Outra opção são os iogurtes ou a bebida de soja. Mas atenção, não procure na bebida de soja a sua fonte principal de proteína, pois as bebidas de soja têm em média entre 6% a 13% de grãos de soja e as versões light ainda menos!

Nota importante:   beber mais leite não implica termos mais cálcio nos nossos ossos!

Mantenha-se actualizado!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Aliás, é uma falsa questão. Isto é, claro que o leite é uma óptima fonte de cálcio. Mas o nosso corpo é um sistema complexo. Vai buscar cálcio a outros alimentos também. Se bem que a absorção é mais fácil e rápida no leite. 

Pensar nos nossos ossos e estarmos o dia todo sentados no sofá não vai fazer com que o cálcio do leite que você ingere seja assimilado. Seria muito redutor pensarmos que o nosso organismo funciona de forma tão simples e directa. 

Claro que há outros factores externos que impulsionam a absorção de cálcio, como o treino de força e a exposição solar. Tal como prejudica altamente a absorção de cálcio o consumo de tabaco e alcool.

Frutose – veneno ou nem por isso?

Dieta

A frutose não é apenas o ” açucar da fruta “, mas representa mais de metade do açucar normal que ingerimos em bolos, bolachas, refrigerantes, etc…

Tal como qualquer outro açucar, a frutose ingerida em quantidades excessivas pode aumentar a resistência à insulina e alterar o perfil lipídico em crianças. 

No entanto, a frutose não pode servir de desculpa para comermos pouca fruta. Não deixaremos de receber toda a riqueza em fibras, vitaminas e antioxidantes, porque a fruta é a fonte mais inocente da frutose. 

Se estiver na dúvida para a ingestão de sumos detox derivado à frutose, por favor, beba-os. Aproveite todas as fibras e cascas que, com os legumes e hortaliças, torna-se o melhor de dois mundos!

Dieta

Esteja atento à boa informação que o nosso blog lhe vai oferecendo. Não é fácil, no mundo de hoje, encontrar conteúdo inteligente e fiável, que nos faça acreditar que é possível seguir uma dieta diária com qualidade e com credibilidade. 

Leio constantemente informações contraditórias sobre dietas e existe uma pressão enorme por parte dos lobbies da distribuição alimentar para canalizar determinados produtos para as grandes superfícies.

Compre alimentos biológicos, tanto quanto possível, pois não estão sujeitos a tanto stress, nem são alimentados com farinhas refinadas.

Parece-me claro que temos que beber mais água e chás, em detrimento dos refrigerantes. Os sumos detox são uma solução muito viável. 

Consumir carnes preferencialmente brancas, de frango ou perú. Comer carnes vermelhas de forma muito moderada.

Beber leite magro ou bebida de soja sem grandes exageros, pois quer um, quer outro, podem trazer efeitos secundários nefastos a longo prazo. 

Alimentos light ou sem ser light, pouco importa. Lembre-se que cortam na gordura, mas adicionam açucar. Por isso, o lema é virar-se para uma alimentação inteligente, com mais leguminosas e hortaliças, menos carbo-hidratos ( arroz branco, massas, batata ).

No fundo, seguir a recomendação da famosa roda dos alimentos, como explico no infográfico que vos ofereço!

E por fim, corre, faz exercício! Não adies um treino que seja. Vais ver que essa corrida de manhãzinha ou no final do dia vai compensar e equilibrar o teu organismo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *